Estratégias de Retenção de Talentos: Uma missão do RH.

03/12/2021

group

Compartilhar

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email
Compartilhar no twitter

Uma empresa com uma equipe de profissionais qualificados é uma empresa relevante e visada no mercado. Isso se deve pelo fato dos profissionais conhecidos como ‘’talentos’’, não serem encontrados facilmente.

Mantê-los dedicados e interessados em sua organização vai muito além de aumentos salariais, e essa é uma das missões do RH: desenvolver estratégias de retenção de talentos, para não perdê-los para outras empresas, diminuindo o turnover.

Como fazer a retenção de talentos?

Primeiramente, todo RH deve ter uma visão humanizada. O nome da sua empresa fica em evidência por qualidade de entrega, serviço, vida profissional, emocional e sobre os profissionais. Sendo assim, desenvolver estratégias que ofereçam equilíbrio entre qualidade de vida e profissional tem como consequência melhores resultados para a empresa.

Mas calma! Esse artigo vai te dar todas as informações que precisa para começar a reter esses talentos em sua empresa, não só hoje, mas formando um efeito dominó, onde todos os profissionais terão raízes e crescerão com a sua empresa.

Imagem de 4 personagens em uma empresa decidindo um planejamento de trabalho em equipe

Dê Feedbacks

Através do feedback, os profissionais conseguem ter uma visão mais ampla sobre o que a organização espera dele. Além de serem mais assertivos nos próximos afazeres.

Você sabia que existem 3 categorias de feedbacks? São eles:

Categorias de Feedbacks

  • Positivo: É um impulsionador do bom trabalho, isso motiva o colaborador a manter/elevar o nível de produtividade no cotidiano.
  • Negativo: Essa categoria de feedback bloqueia a comunicação entre líder e colaborador, passa visões negativas e inibe a evolução do profissional e anula também a oportunidade de reparação.
  • Construtivo: É composto de críticas que evidenciam o problema, dando a oportunidade de melhora e investigação da solução, de modo conjunto e evolutivo.

Invista em Gamificação

Para os profissionais qualificados, somente aumentos salariais não são suficientes para mantê-los ativos a desenvolver novas habilidades. Por isso, é interessante implementar a Gamificação em seu negócio.

A Gamificação é no seu geral, uma série de jogos e desafios onde estimulam o profissional a desenvolver novas técnicas e habilidades na dinâmica. Dentro desses jogos, há um sistema de desempenho = recompensa, incentivando a competitividade e cumprimento de metas.

Existem diversas formas de gamificação, podendo se adaptar a rotina da sua empresa. Conheça as 11 mais conhecidas e aplicadas do mercado:

  • Pontos;
  • Ranking;
  • Avatar;
  • Medalhas;
  • Competição;
  • Storytelling;
  • Feedback Instantâneo;
  • Moedas/Dinheiro Virtual;
  • Missões, Desafios e Conquistas.

Construa um Ambiente de Trabalho Agradável

O ambiente de trabalho afeta diretamente o emocional e a produtividade dos profissionais, investir em um ambiente de trabalho agradável é fundamental para oferecer qualidade de vida profissional e emocional. Um estudo conduzido pela UW aponta que colaboradores felizes são 12% mais produtivos.

Aloque os profissionais certos nas áreas certas

Dominar os perfis comportamentais é fundamental em uma empresa para: identificar, entender e alocar os profissionais de acordo com as suas aptidões, fazendo com que esses profissionais usem e aprimorem suas habilidades ao máximo. Consequentemente, trará uma sensação de satisfação e haverá redução de turnover.

Confira as 4 categorias de perfis comportamentais que existem e saiba diferenciá-los:

  • Comunicador: esse perfil se encaixa em pessoas mais comunicativas e entusiastas.
  • Executor: esse perfil se encaixa em pessoas mais proativas e dominadoras.
  • Analista: esse perfil se encaixa em pessoas mais detalhistas e organizadas.
  • Planejador: esse perfil se encaixa em pessoas que são prudentes e planejadoras.

Ofereça um Plano de Carreira

Preparar um plano de carreira é dar uma visão precisa para o colaborador do horizonte que o espera. É como traçar um objetivo visando onde quer chegar, alinhando ideias e intenções futuras, uma relação acordada entre líder e liderado.

Estruturar um caminho profissional mostrando que competências serão necessárias para a posição futura é dar motivos para o profissional seguir aprimorando determinada habilidade para conseguir atingir as expectativas e ser alocado o mais rápido possível aproveitando o timing do acordado.

Dê os créditos

Saber parabenizar e dar os créditos por uma tarefa bem realizada, do ponto de vista do colaborador, é um dos principais indicadores do crescimento profissional. Além disso, o profissional se sente acolhido e observado por sua liderança.

O reconhecimento demonstra transparência da empresa e gera sentimentos positivos no profissional como: confiança, orgulho, esforço e satisfação.

Quatro personagens executivos

Você tem valorizado seus talentos?

Agora você entende a importância de valorizar e treinar seus talentos. A partir de estratégias simples, podemos valorizar a empresa e os profissionais. Como gamificação, feedbacks constantes, entender de perfil e muito mais! É indispensável o RH estar presente e acompanhando a evolução de toda a empresa.

É muito importante fortalecer esses laços, para que além de resultados positivos, o convívio seja agradável e produtivo. Assim, seus colaboradores realmente se dedicarão a buscarem sempre o melhor, para a empresa e para si mesmo. Fazendo assim seu negócio ser desejado por outros profissionais no mercado.

Então, se antes você não tinha adotado essas estratégias, implemente agora mesmo e valorize seus talentos, tenha em mente que uma empresa de sucesso é composta por pessoas de sucesso.

Principais categorias

Vejá também

como ser proativo

Produtividade

03/12/2021